O Pilates e a Microfisioterapia ajudam no tratamento da Fibromialgia

A fisioterapia no tratamento de Fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome reumática, que causa dores musculoesqueléticas crônicas e generalizada pelo corpo, que duram mais do que três meses. Uma das dificuldades para diagnosticar é a definição se a dor é nos músculos ou nas articulações.

Os pacientes relatam dores fortes por todo o corpo, que atrapalham a vida profissional e social, com sensibilidade ao toque em pontos específicos do corpo”, destaca Guilherme Tolosa, fisioterapeuta do Espaço Integra.

A fibromialgia precisa de atenção e tratamento para evitar também problemas emocionais, que interferem na qualidade de vida.

Sintomas da Fibromialgia

  • Dor generalizada em todo corpo
  • Sensibilidade ao toque, com dificuldade para receber abraços e carinhos
  • Cansaço físico
  • Fadiga muscular
  • Rigidez mio-articular
  • Insônia e cansaço ao acordar
  • Dor de cabeça e tontura
  • Queimações e formigamentos
  • Problemas de memória e concentração
  • Alterações intestinais
  • Alterações no humor
  • Ansiedade
  • Depressão

Causas

Ainda não foi descoberta uma causa específica da Fibromialgia. O que se sabe é que as pessoas que sofrem com a Fibromialgia apresentam maior sensibilidade à dor, mas não têm lesões pelo corpo. A doença pode surgir, entretanto, após um trauma físico, psicológico ou uma infecção grave, e se tornar mais grave após excesso de esforço físico, estresse emocional, infecções, exposição ao frio, trauma ou alterações de sono.

Tratamentos

Pilates

A fisioterapia é muito importante no tratamento de Fibromialgia. Aulas de Pilates são indicadas, pois trabalham todo o corpo, corrigem a postura, fortalecem os músculos e promovem a estabilidade corporal. “No Pilates trabalhamos a respiração e a concentração associadas ao controle corporal, por isso a aula é tão importante”, afirma Guilherme.

O Pilates também estimula a oxigenação do sangue, melhora o condicionamento físico e a flexibilidade e alonga os músculos, recuperando o comprimento muscular. Dessa forma, as tensões são aliviadas e as dores diminuem.

Com os exercícios, o paciente ganha força muscular, o que leva à diminuição da sensação de fadiga. “O fisioterapeuta especializado em Pilates define quais os exercícios que o paciente pode fazer, sempre dentro de suas características físicas”, conta Guilherme, que destacas as mudanças psicológicas proporcionadas pelo Pilates: aumento da resistência mental, diminuição da ansiedade e da depressão, aumento da concentração, desenvolve a consciência corporal, melhora a autoestima, estimula a criatividade e acalma.

Microfisioterapia

Essa técnica trata a causa da doença em sua essência, recuperando os tecidos lesionados por causa da doença. O fisioterapeuta localiza a causa do problema por meio de micropalpações na pele, e estimula sistema imunológico a fortalecer o organismo e curar a dor.

É possível identificar pequenas cicatrizes que são invisíveis aos olhos, mas identificadas pelo toque das mãos do especialista. “Além disso, como a Fibromialgia tem ligação com causas emocionais, a Microfisioterapia atua ainda para aliviar o estresse psicológico que o paciente enfrenta.

Cuide-se!

Para tratar a Fibromialgia com Pilates e Microfisioterapia, entre em contato com o fisioterapeuta Guilherme Tolosa pelo telefone/whats (11) 97998-3663. O Espaço Integra fica na rua Martim Soares, 80, próximo ao metrô Tatuapé.

Leia também!
Os benefícios da fisioterapia domiciliar

Siga minhas redes sociais
Instagram
Facebook

Comentários

Posted by Clínica Integra